Inteligência artificial auxilia as empresas na análise de dados e na tomada de decisões e analisa as informações de forma inteligente

Estamos vivendo um momento de muitas perguntas sem respostas e bastante incerteza no Brasil, seja na economia do país, desemprego, segurança, política e tantas outras coisas. As redes sociais ganham cada vez mais força e possibilitam que cada um seja dono da sua própria verdade, mas se tem uma coisa que todos precisam concordar é que estamos na era dos ERA DOS DADOS! Sim, somos monitorados 24 horas por dia.

A quantidade de informações gerada pela humanidade cresce em ritmo acelerado. Vivemos conectados e o aumento dos dispositivos é cada vez maior. O avanço descompassado do digital nos trouxe a economia dos dados e está mudando inclusive o comportamento dos consumidores.

Na década de 1950 o desejo dos pesquisadores era construir computadores que possuíssem as mesmas características do cérebro humano (máquinas com inteligência artificial). Hoje temos técnicas de inteligência artificial que podem auxiliar em várias tomadas de decisão. O mercado de AI ajuda milhões de empresas a utilizar dados para converter objetivos em ação.

A IDC global divulgou um estudo recente que diz que o mercado de inteligência artificial terá um crescimento anual (CAGR) de 46,2%, chegando a US$ 52 bilhões em 2021. Os gastos com inteligência artificial triplicarão até 2022, com isso temos uma projeção de que o valor chegará a US$ 77,6 bilhões daqui a quatro anos, três vezes mais do que os US$ 24 bi de 2018.

machine learning e o deep learning serão tendências que deverão crescer mais rápido na categoria de tecnologia em crescimento ao longo da previsão, representando cerca de 40% de todos os gastos cognitivos e de inteligência artificial com um CAGR de cinco anos de 43,1%.

Se você é empreendedor ou gestor de empress e está lendo esse artigo, eu te pergunto: ”Você sabe realmente o por que precisa de uma solução de AI?; “Será que tenho dados necessários para contratar uma solução dessa?”; “Como os dados devem está estruturados?”; “É possível usar alguma solução já pronta?”; “Como escolho meu fornecedor para esse tipo de serviço?”; “Como usar a solução de AI?”; “Qual a importância dele para meu negócio?”

Posso te afirmar que esse é um caminho sem volta para todos os setores e indústria. Por conta da tecnologia avançada, as práticas e técnicas de machine e deep learning são cada vez mais empregadas pelas empresas em sistemas e demais soluções.

Veja alguns exemplos de aplicações: minimizar problemas; otimizar o tempo; fazer gestão de estoques; evitar ruptura de estoque; fazer alinhamento da cadeia de suprimento; permitir solicitação automatizada de produtos; oferecer melhor gestão de vendas (tempo-real); assistentes virtuais como a Siri; software de reconhecimento facial como Facebook, que conta com uma grande precisão no reconhecimento de familiares/amigos de usuários, utilizando informações submetidas por eles próprios; ofertas personalizadas sugeridas para seu e-commerce; indicações de conteúdos oferecidos pela Netflix; oferecer produtos com base no rastro digital; monitoramento de menções e referências às empresas no Twitter, associando machine learning a regras linguísticas; detecção de fraudes; pontuação de crédito; obter vantagem competitiva oferecendo produtos aos clientes com base nos dados gerados pelos sensores; previsão de receitas de uma mercadoria; mensuração de níveis de êxito em campanhas de marketing etc.

Conclusão, a inteligência artificial auxilia as empresas na análise de dados e na tomada de decisões e analisa as informações de forma inteligente. Os softwares também agrupam dados e aplicam cálculos mais complexos. Esses algoritmos não só absorvem as informações como também refinam tudo aquilo que aprenderam com elas. E você, vai ficar fora dessa?

Fonte: Computerworld
Autor: Alessandra Montini